Estação Cultura em Campinas recebeu feiras que destacaram valores da mulher e do povo negro da cidade

·

·

·

Tags:

A Estação Cultura recebeu nesse sábado, dia 19, duas feiras que destacaram o valor da mulher e do povo negro de Campinas. Contando com 350 expositoras, a quinta edição da Feira de Mulheres Empreendedoras atendeu o público desde as 10h até 18h. Mais à tarde, a partir das 12h, no saguão da Estação Cultura, os visitantes puderam conhecer a primeira edição da Feira Afro Literária. Intitulada Laudelina de Campos Mello, o evento contou com estandes e a venda de livros. No domingo, a Feira Afro Literária teve início às 13h.

Os eventos foram prestigiados pelo prefeito de Campinas, Dário Saadi. “É uma grande satisfação poder participar dessas ações que promovem, de modo significativo, a cidadania em nossa cidade. Campinas precisa olhar para o futuro e garantir justiça, dignidade e igualdade de oportunidades a todos”, afirmou.

Para a secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Vandecleya Moro, tanto a Feira de Mulheres Empreendedoras quanto a Feira Afro Literária representam o compromisso da gestão em promover a consciência e a visibilidade das mulheres e do público negro. “É preciso também trabalhar pela emancipação de todos os vulneráveis e isso se faz com educação, cultura e apoio”, acrescentou.

A proposta da Feira Afro Literária nasceu de um encontro do jornalista Francisco Lima Neto, um dos curadores, com o prefeito Dário Saadi que, juntos, tiveram a ideia de promover a feira. Francisco Lima Neto tem atuado no resgate da biografia de personalidades e eventos históricos de Campinas e região. O evento integrou as celebrações do mês da Consciência Negra e foi promovido em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Especialista explica como as pressões sociais afetam a saúde mental