Fechamento do T. Central: tire TODAS as suas dúvidas

·

·

·

Tags:

O Terminal Central vai fechar para quem só tem Bilhete Único e QR Code a partir deste sábado.

Desde a divulgação da medida, feita com exclusividade pelo ODC na segunda-feira, muitas dúvidas tem surgido em todos os leitores sobre como vai ser o esquema.

Então, decidimos concentrar todas as principais questões em apenas um lugar, para você ficar por dentro de uma vez por todas.

Como vai ser?

O Terminal Central vai ser acessado apenas por quem tem o Bilhete Único carregado ou o QR Code. Catracas foram instaladas em todos os acessos.

Porquê isso?

Segundo a Emdec, para trazer mais segurança aos usuários, já que o aumento de moradores de rua vivendo no Terminal, fora a sujeira, também elevou o número de pequenos furtos.

Quando começa?

A partir deste sábado (8/10), o acesso ao Terminal vai ser só para quem tem Bilhete Único.

Então eu vou ter que descer fora do Terminal?

Não. Você que utiliza qualquer linha de ônibus que tem como ponto final o Terminal Central não vai precisar passar nenhuma catraca — a não ser a do próprio ônibus que você pegou, claro.

Mas o que muda?

Só muda para quem está nas avenidas do entorno a pé e vai entrar no Terminal. Apenas esse acesso passa a ser feito com uma catraca.

Por qual porta do ônibus eu vou entrar?

Mesmo o terminal sendo fechado a partir de agora, o embarque continua pela porta da frente. Você vai precisar passar o Bilhete Único duas vezes.

Como assim passar duas vezes? É roubo!

Não é. Pelo menos não deve ser. A Emdec afirma que, quando você entrar no Terminal Central, 80% da tarifa vai ser descontada (R$ 4,12). Aí, quando você embarcar no ônibus da sua linha, você vai passar o Bilhete Único na catraca, e o restante vai ser descontado.

Não posso entrar pela porta de trás?

Só se você tiver direito a gratuidade ou for idoso.

E a integração? Vai acabar?

Não, e quem fala que a integração vai acabar está mentindo. Atenção para as situações:

  • Se você vai fazer a primeira viagem, sem ter pego outro ônibus: a integração começa a contar quando você passar o Bilhete Único na catraca do ônibus.
  • Se você já fez uma viagem e vai entrar no Terminal Central vindo da rua: quando você passar o Bilhete Único na catraca do Terminal, vai acontecer apenas a liberação. Quando você passar o Bilhete Único no ônibus, aí sim vai ser contada a segunda ou terceira integração.
  • Se você está vindo de um ônibus que parou dentro do Terminal Central e vai pegar outro: nada muda. Você vai entrar no outro ônibus, passar a catraca, e a integração vai ser contada.
  • Se você pega um ônibus que para no Terminal Central e depois pega outro que para fora: nada muda. Você vai sair do Terminal normalmente, vai pegar o outro ônibus, passar o Bilhete Único, e a integração vai rolar sem descontar outro crédito.

Eu não tenho crédito no Bilhete e ia carregar no Terminal Central

Se você não tem absolutamente nada no cartão, vai ter que usar um dos dois novos postos de recarga, que foram abertos no entorno do Terminal, ou em outros locais do Centro. Ou ainda usar o aplicativo Transurc Smart.

E o QR Code?

O QR Code vai funcionar da mesma forma. Quando você passar o papel na catraca do Terminal Central, vai ser descontada 80% da tarifa (R$ 4,48). Quando você embarcar no ônibus, o restante vai ser cobrado, e aí você pode jogar fora o papel.

Dá pra fazer integração com o QR Code?

Não. Nunca pôde, e não vai ser agora que vai poder.

Eu joguei fora o QR Code depois que entrei no Terminal. E agora?

Agora já era. Vai ter que comprar um novo QR Code no posto da Transurc que fica no terminal.

Para sair do Terminal vou ter que passar o cartão?

Não. Em cada acesso do Terminal vai ser catracas específicas para a saída, mas elas não cobram passagem. É só passar.

E idosos e pessoas que tem gratuidade?

Se a gratuidade for com o Bilhete Único Gratuito, tem que passar na catraca. Vai ser feita a liberação do acesso, e no ônibus contada a viagem — para casos em que há limite de uso.

Idosos que não fizeram o Bilhete Único Idoso vão conseguir acessar normalmente o terminal por meio de portões que ficam ao lado das catracas.

Como o sistema vai saber tudo isso?

Se algum dia você prestou atenção no validador, percebeu que nele consta, além da informação de quanto crédito você tem, ou qual a integração que você fez, tem o número da linha, data e hora.

Isso também consta nos validadores dos terminais, com linhas que evidentemente não rodam com ônibus. Tem uma 813, 814…

As catracas do Terminal Central vão ser configuradas com um prefixo de “linha”. E aí, o sistema informatizado está configurado para reconhecer todas as modalidades de cartão do Bilhete Único e fazer o que tem que ser feito.

Parece mágica? Não. É tecnologia. E nem é Tekpix.