Guarda Municipal faz mais uma operação contra criminalidade no Centro de Campinas


Mais uma etapa da Operação Meu Bairro Seguro no Centro foi deflagrada na manhã desta terça-feira, dia 22 de agosto, com a participação dos 123 alunos que estão em formação da Academia da Guarda Municipal como um estágio para experiência como agente de segurança na atuação nas ruas. A operação resultou na abordagem de 240 pessoas e de 209 veículos.

Um total de 15 motocicletas foram recolhidas ao pátio por irregularidades e feitos 71 autos de infração. Três pessoas foram conduzidas ao 1º Distrito Policial: duas por posse de entorpecentes e um procurado capturado. Em bancas do Terminal Central foram localizadas porções de maconha, crack, balança de precisão e embalagem para drogas. A GM também recolheu objetos que estavam escondidos em vários pontos pela extensão da linha férrea, como facas, tesouras, canudos de metal e isqueiros.

As equipes se concentraram na Base Centro, na Moraes Salles, e se dividiram em várias frentes. A atuação foi simultânea em diversos pontos da região Central: na linha férrea, atrás da Estação Cultura, nas bancas do Terminal Central, Ceasinha e Praça Felipe Selhi.

Atrás do terminal de ônibus, nos dois sentidos da Rua José Maseli, foi deflagrada uma blitz, em conjunto com a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec). Nos dois sentidos da Rua José Maseli, próximo ao Terminal Central, o objetivo foi verificar motos, veículos e documentação. Toda a ação foi realizada entre 10h e 13h30.

“Essa operação já vem somar aos esforços que a Guarda Municipal efetua ao longo dos últimos dias para reduzir os índices criminais. A GM tem ações diuturnas no Centro e hoje o patrulhamento foi ampliado, com a participação dos alunos que estão em formação na Academia e que, em breve, serão mais uma força de trabalho. Este reforço vai contribuir com a redução das taxas de criminalidade, principalmente na área central”, salientou o secretário municipal de Segurança Pública, Christiano Biggi.

Mais segurança para a população

A Comandante da GM, Maria de Lourdes Soares, reforçou a importância desta operação para levar segurança à população. “São ações que a Guarda Municipal realiza diariamente no Centro. Para atender demandas da população, trouxemos um plano de emprego operacional diferenciado para o Centro e já observamos um resultado positivo e os números tendem a cair”, reforçou a Comandante.

A operação contou com efetivo das superintendências Centro, Leste e Sul, do Grupo de Ações Especiais, Canil, Grupo de Patrulhamento com Motos e com os 123 alunos em formação na Academia.

Academia

Os futuros guardas municipais são de Campinas e de outras nove cidades. Eles terminam a academia no final de setembro após seis meses de treinamento.

A operação de hoje foi uma oportunidade de eles aprenderem na prática o dia a dia de um agente de segurança atuando na rua. Os alunos também foram divididos em equipes e supervisionados por integrantes do comando da GM, instrutores da Academia e também por guardas municipais que já atuam no Centro.

“Para eles, a prática é uma experiência muito importante. Em menos de dois meses eles já estarão nas ruas. Para a corporação, a atuação dos alunos aumenta o efetivo de agentes na rua”, ressaltou a Comandante Maria de Lourdes Soares.

A aluna Aline Bailo, que será guarda municipal em Campinas, estava ansiosa com a experiência. “Isso vai me ajudar muito porque vamos poder colocar em prática tudo que estamos aprendendo na Academia. É uma forma de se auto-avaliar, de como a gente aprendeu as matérias. A Academia, nossos instrutores, preparou um curso excelente para nós. E daqui a pouco vamos poder proporcionar segurança pública para os moradores de Campinas”, ressaltou Bailo.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Operação contra motos irregulares autua mais 116 na Ruy Rodriguez e apreende até carro

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré