Homem pula na frente de ônibus da linha 120 que não ia parar no ponto por estar superlotado

·

·

·

Tags:

 

Ônibus superlotados, longas filas e confusão. Moradores da região dos DICs, em Campinas (SP), vivem um drama diário nas linhas 117 e 120 do transporte coletivo. Muitos veículos sequer param nos pontos, para desespero de quem precisa chegar no horário no trabalho, escola ou em algum compromisso. Equipe da EPTV, afiliada TV Globo, flagrou o momento em que um usuário “pulou” na frente do ônibus e discutiu com os motorista para tentar embarcar.

Segundo relato dos usuários, os atrasos e a superlotação dos veículos começaram há cerca de 30 dias. A diarista Nara Maria Churquel, por exemplo, reclama que perdeu o trabalho na terça (12) por não conseguir utilizar o transporte, mesmo chegando antes das 6h ao ponto.

“Teve dias que eu cheguei no trabalho às 9h. Fiquei mais de 3 horas dentro de um ônibus”, diz.

Moradores da região dos DICs reclamam dos ônibus superlotados. — Foto: Reprodução EPTV

Moradores da região dos DICs reclamam dos ônibus superlotados. — Foto: Reprodução EPTV

Na manhã desta quarta (13), pelo menos seis ônibus seguiram o trajeto sem parar no ponto, sendo três deles da linha 117 (DIC 4). Com o veículo cheio, um motorista afirmou que não tem condições de fazer a parada e que os pontos estão cheios.

Um passageiro cansado de esperar, chegou a entra na frente do ônibus da linha 120. Ele ainda discutiu com o motorista e exigiu a entrada de pelo menos alguns passageiros.

Tem solução?

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas (SetCamp) alega que a superlotação acontece devido as obras de implantação do BRT (Ônibus de Trânsito Rápido), e os ônibus precisam mudar o itinerário.

Segundo o SetCamp, o tempo do trajeto e o número de passageiros esperando também aumenta. O sindicato afirma que colocar mais ônibus na linha não vai resolver o problema, enquanto as obras do BRT não terminarem.

As informações são do G1.