Mãe que comprou galo para filho autista é denunciada por vizinhos e deverá se desfazer do galináceo

1258

Uma mãe foi denunciada por vizinhos por ter comprado um galo e uma galinha como animais de estimação para o filho. O caso aconteceu na cidade de Cascavel, no Paraná.

O filho da mulher tem 12 anos de idade e é autista. Ele não sai de dentro de casa e o objetivo da compra dos galináceos era fazer com que o menino ao menos saísse para tomar um pouco de sol.

A mãe contou que a ideia deu certo, pois o filho começou a sair para o quintal. A prefeitura emitiu uma notificação e deu 30 dias para que os galináceos fossem retirados da casa.

De acordo com a prefeitura, denúncias de vizinhos tiveram com base uma lei municipal que proíbe a criação ou conservação de animais que podem causar incômodo ou insalubridade na área urbana.

O caso foi parar nas redes sociais e a prefeitura, sensibilizada com o caso, informou que vai tentar reverter o caso para manter os galináceos na casa.

A mãe do menino disse que comprou o galo e a galinha há duas semanas e que já tinha mudado o comportamento do filho. A opção pelos galináceos e não por um cão é pelo fato de sujarem menos o quintal, além de serem mais calmos e silenciosos.

Da Redação ODC
Fonte: G1
Leia também: Casal morre baleado por policiais civis durante ação de busca e apreensão em chácara