Ministério Público arquiva inquérito que investigava contratação de entidade de presidente da Sanasa pelo Mário Gatti

O Ministério Público arquivou o inquérito que investigava supostas irregularidades na contratação da Organização Social Cejam por parte da Rede Mário Gatti. A investigação foi pedida pois havia a suspeita de improbidade administrativa por parte da prefeitura já que a Cejam era presidida pelo presidente da Sanasa, Arly de Lara Romeo.
O promotor Angelo Santos de Carvalhaes disse que não foi encontrada nenhuma irregularidade na contratação da Cejam, por isso não foi constatada a improbidade administrativa.
Quando o inquérito foi aberto. a prefeitura informou que Arly já não fazia mais parte da presidência da Cejam há pelo menos três meses e que ele não teve nenhuma participação na contratação.
Da Redação ODC.

Outras notícias