Precisa pegar ônibus? Consulte aqui!

Pesquise por prefixo

    Pesquise por ponto de interesse

      Opinião: Problemas no BRT estão ligados à má implantação e a falta de informação ao passageiro

      ·

      ·

      ·

      Tags:

      Durante o início das obras do BRT em Campinas, o ODC foi o único veículo de comunicação de Campinas a fazer diversas análises sobre as possibilidades de implantação do novo sistema de transporte.

      Desde sempre o ODC foi cético em relação à implantação das linhas, já desacreditando da capacidade da Emdec de fazer algo que fosse coerente e que agradasse a todo o público usuário.

      Tempos depois, ficou comprovado que o ODC estava certo, pois hoje o BRT anda aquém de sua capacidade enquanto as linhas que foram denominadas “convencionais” seguem bombando e andando lotadas.

      É fato que a população deverá migrar naturalmente para o novo modal, porém também é importante ressaltar que a divulgação de informações claras e os benefícios do novo modal deveriam ser trabalhados de forma mais enfática.

      Hoje, quando uma pessoa chega a um terminal do BRT pela primeira vez o que mais falta é informação. Não há placas e nem faixas adequadas, não se sabe onde param as linhas, as pessoas ficam perdidas e muitas desistem, voltando para o sistema antigo.

      O BRT é um novo sistema de transporte e que já está causando irritação em parte da população, e nem é pelo fato do sistema ter sido mal implantado até agora, mas sim por falta de informação confiável.

      A população acredita mais no tio do boteco que espalha as famosas notícias falsas sobre as linhas do que a Prefeitura, que não tem força para fazer uma divulgação mais precisa, incisiva e de confiança para o usuário.

      Os problemas operacionais da linha BRT11 são só alguns exemplos desses vastos erros. Falta de ponto de parada, colocação de parada em local sem demanda, transferência de passageiros para as linhas “convencionais”, e a eterna briga pela parada na Moraes Salles.

      A Emdec tem que mostrar que sabe implantar e comandar um transporte de alta capacidade. Até o momento, não é isso que está sendo demonstrado, muito pelo contrário. A confiança da população no sistema é a chave para o sucesso e a total migração futura.

      Da Redação ODC.
      Leia também:
      Prefeitura de Campinas exclui população do BRT ao negar parada na Avenida Moraes Salles