Pesquisa constata que saúde do intestino reflete em todo o corpo humano

 Pesquisa constata que saúde do intestino reflete em todo o corpo humano

Muito se sabe sobre alguns pilares de uma vida saudável: alimentação balanceada, sono tranquilo e rotina de exercícios físicos são apenas o começo. Ao menos é o que demonstra um estudo realizado no Centro de Saúde Mental de Xangai, na China, que concluiu que a regulação da microbiota pode trazer benefícios para doenças psiquiátricas.

Analisando o caminho intestino-microbiota-cérebro, foi possível constatar que, diante de estresse mental e físico ou o descuido com um bom estilo de vido o impacto é sentido diretamente pelos microorganismos do sistema digestivo.

Estes, consequentemente, deixam de oferecer benefícios, pois se modificam. Os efeitos colaterais são diversos – e acabam por impactar até mesmo a saúde mental, como, por exemplo, agravando quadros de ansiedade.


E não para por aí: o Doutor Michael D. Gerson, da Universidade de Columbia, batizou o intestino como segundo cérebro. O motivo? Nele se encontra 90% da serotonina presente no corpo, 80% das células de defesa e 75% do hormônio HG, responsável pela memória e metabolismo.

Cuidado que vem de dentro

Além do cérebro, o intestino faz dupla com outro órgão muito importante: o estômago. “O processo de digestão é bastante longo e vai muito além do estômago. Grande parte dos nutrientes será absorvido apenas ao chegar no intestino”, diz José Felipe Carneiro, cofounder da KHappy Kombucha, empresa que produz kombuchas, bebida vegana a base de chá verde. “É justamente por esse motivo que é tão importante cuidar da microbiota”, complementa.

Para exemplificar e simplificar, José Felipe aponta toda a magia que acompanha o corpo humano. “Temos bactérias dentro de nosso intestino. São colônias que, juntas, chegam a pesar mais de um quilo. Ao consumirmos produtos como o kombucha, repleto de probióticos, estamos realizando a manutenção e trazendo mais saúde para esse processo tão importante”, finaliza.

Bebida probiótica

Para satisfazer a demanda emergente dos bons hábitos, José Felipe teve a ideia de criar a KHappy Kombucha: a empresa desenvolveu maneiras saborosas derivadas do superfermentado, feito com plantas, algas, frutas e ervas.

A KHappy Kombucha trabalha blends deliciosos, provando que qualidade, sabor e saúde podem – e devem – andar de braços dados. Para mais informações, basta acessar: http://www.khappykombucha.com

Outras notícias