Precisa pegar ônibus? Consulte aqui!

Pesquise por prefixo

    Pesquise por ponto de interesse

      Prefeito Dário Saadi participa de reunião da FNP e pede reajuste da tabela do SUS para as cidades

      O prefeito Dário Saadi participou, nesta terça-feira, 28 de novembro, em Brasília, da 85ª Reunião Geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em Brasília. Durante o encontro, que contou com a presença da ministra de Saúde, Nisia Trindade, o prefeito, que também é vice-presidente para a área da Saúde da FNP, defendeu a urgente atualização da Tabela SUS e mais recursos para as cidades.

      O prefeito argumentou que o SUS, que é um sistema tripartite, tem sido financiado majoritariamente pelas cidades, principalmente as grandes e médias.

      De acordo com dados do Anuário da FNP, em 2002, o Governo Federal era responsável por 52,4% do investimento; os Estados investiam 22,1%; e os municípios arcavam com 25,5%. Em 2022, a situação no país mudou radicalmente, ficando para Governo Federal 37,6%, para os Estados 28,3% e para os municípios 34,0%.

      No caso de Campinas, a situação é ainda mais preocupante. Há 20 anos, 70% dos recursos investidos em saúde vinham do Governo Federal; em 2023, a situação se inverteu e o município é responsável por 74% desses investimentos.

      “A balança está injusta para os municípios, que hoje arcam com a maior parcela dos investimentos na área da Saúde. É uma situação nacional, que precisa ser mudada”, explicou o prefeito.

      Piso da enfermagem

      O novo piso da enfermagem também foi pauta da conversa. “Solicitamos a garantia do repasse de recursos federais para a complementação do piso da enfermagem para todas as cidades do Brasil”, disse Saadi.

      Presidente em exercício

      Geraldo Alckmin, presidente em exercício, participou da abertura do encontro e ressaltou compromisso com o diálogo e fortalecimento da federação brasileira. “Quanto mais descentralizamos e fortalecemos a federação, mais ganha o povo”, disse Alckmin.

      A pauta da reunião conta ainda com o debate e aprovação de documento dos municípios da FNP para a COP2028; os desafios das cidades com relação à mobilidade urbana, a reforma tributária e a previdência social; e a antecipação de valores pela compensação do ICMS.

      As informações são da Prefeitura de Campinas.
      Leia também:
      Guarda Municipal de Campinas atende mais de 1400 ocorrências durante operações no Centro

      [adinserter block=”4″]


      [adinserter block=”5″]