Prefeitura de Campinas divulga programação completa do Carnaval 2023 na cidade; Confira!

·

·

·

Tags:

A partir deste fim de semana os blocos vão para as ruas para dar o grito do Carnaval de Campinas 2023, após uma pausa de dois anos imposta pela pandemia. A Prefeitura divulga a programação oficial dos desfiles. O pré-Carnaval começa neste sábado, 4 de fevereiro, e domingo, 5 de fevereiro, e segue no próximo fim de semana, 11 e 12 de fevereiro. A programação ganha força na sexta-feira de Carnaval, 17 de fevereiro, e continua repleta de desfiles pelas ruas até a noite de terça-feira, 21 de fevereiro, quando a festa de Momo se encerra. Serão 59 desfiles de blocos pelas ruas da cidade, um aumento de cerca de 35% em relação ao último Carnaval de Campinas, que ocorreu em 2020, quando 44 blocos saíram às ruas. Para conferir a programação completa com a agenda dos blocos, veja no link https://www.campinas.sp.gov.br/ckfinder/userfiles/files/programacao_carnaval_2023(2).pdf.

Este ano, os bloquinhos que entram na madrugada vão até as 3h. A Prefeitura e os organizadores negociaram o horário de término da folia como parte do planejamento de segurança do evento. Os foliões que preferem participar dos desfiles de dia, terão mais opções de bloquinhos diurnos e menores, espalhados por toda a cidade.

A secretária de Cultura, Alexandra Caprioli, afirma que este é o Carnaval da retomada. “Depois de dois anos, esse vai ser um Carnaval marcado pela alegria, uma festa movida pelas tradições populares. Teremos uma grande diversidade de atrações pela cidade, com blocos que vão motivar muita gente para se divertir nas ruas, com todo conforto e segurança”, disse Alexandra. “Para isso, foi fundamental a articulação e planejamento de todos os órgãos da Prefeitura, contando com todo aparato para garantir infraestrutura, segurança pública, condições sanitárias, limpeza urbana e monitoramento de trânsito durante o evento. Vai ser muito lindo e todos estão convidados!”, continua a secretária de Cultura.

Para o diretor de Cultura, Gabriel Rapassi, com o mapeamento realizado este ano, foi possível perceber uma nova dinâmica das manifestações culturais da população de Campinas. “O Carnaval dos blocos de rua se tornou a forma mais comum de cair na folia. Teremos vários tipos de blocos na cidade. Um exemplo são as antigas escolas de samba, que continuam atuando em suas comunidades e se organizaram na forma de rodas de samba, como é o caso da Escola de Samba Estrela D’Alva, a mais antiga de Campinas, que faz seu batuque tradicional na comunidade onde nasceu, a Vila Costa e Silva”, explica Rapassi.

O Carnaval de rua de Campinas terá diversos modelos de blocos. Há os de médio e grande porte, que desfilam em avenidas e acompanham trios elétricos, como é o caso do bloco Vô Jajá, na região do Parque Prado e Nova Europa. “Este bloco é relativamente novo, mas ganhou uma grande adesão de pessoas que se divertem durante toda a tarde”, disse Rapassi.

Já os bloquinhos pequenos, formados em geral por pessoas amigas ou conhecidas e que têm um pequeno impacto sonoro e de trânsito, cresceram e estão em maior número este ano. Alguns exemplos são o Bloco do Cão, no Taquaral, que sai duas tardes; o bloco Vai para Cuba, na região do Nova Europa; e também o bloco Donatella, que ficará concentrado em um quarteirão, na região do Taquaral. Um dos destaques do Carnaval de Campinas 2023 é que há várias opções de blocos que vão desfilar de maneira descentralizada. “Bairros que antes não tinham Carnaval, como o Jardim Shangai, o Vida Nova e o São José terão desfiles este ano”, diz o diretor de Cultura.

Organização e apoio

Para organizar o Carnaval e planejar toda a infraestrutura de apoio que vai garantir segurança, conforto, salubridade e minimizar os impactos dos eventos, a Prefeitura organizou inscrição dos interessados com o objetivo de mapear as intenções. A partir disso, foram realizados diálogos com os blocos e também reuniões de planejamento com todos os órgãos públicos envolvidos. Com este trabalho foi possível alterar o horário de alguns desfiles, mudar alguns blocos de local (para evitar que mais de um estivesse no mesmo trajeto) e também a fusão de alguns blocos, que tinham o mesmo perfil e de regiões próximas.

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo conta com o apoio da Guarda Municipal, Secretaria de Serviços Públicos, Secretaria de Planejamento e Urbanismo, Cimcamp, Emdec, Setec, Samu, Sanasa, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Polícia Rodoviária na realização do Carnaval de Campinas.

Dicas para o folião

Se beber, não dirija. Respeite a vida.

Se beber, use transportes alternativos como os por aplicativo, táxi ou ônibus.

Se tiver crianças acompanhando, faça crachá ou pulseira com a identificação da criança, dados como nome dos pais, telefones de contato.

Guarde o celular dentro da roupa, se possível, para evitar furto. Evite usar objetos de valor, como relógios, joias e outros que chamem atenção.

Em caso de alguma situação suspeita, informe às autoridades policiais ou de segurança presentes no local.

Não faça xixi na rua. Procure o sanitário químico mais próximo.

Jogue lixo no lixo. Dê exemplo de educação e cidadania e preserve a cidade limpa.

Não é não! Na hora da paquera, respeito em primeiro lugar.

Proteja-se! Use camisinha.

Sexo em lugar público é atentado ao pudor.

Brinque de forma pacífica.

Não leve garrafas ou copos de vidro.

É proibido o porte de armas e material perfuro-cortante de qualquer natureza.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Problemas em rodovias aumentam demanda por transporte aéreo