Prefeitura de Campinas e Emdec “resolvem” problema das enchentes colocando placas onde deveriam haver obras

·

·

·

Tags:

Para alertar condutores sobre pontos que registram ocorrências de alagamento, a Administração Municipal está reforçando a sinalização com placas de advertência nos eixos das avenidas Princesa D’Oeste, Orosimbo Maia e nas regiões do Curtume, Piçarrão e Taquaral. A medida emergencial busca ampliar a segurança dos condutores e preservar vidas. A operação envolve a Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), a Defesa Civil, a Secretaria de Cooperação nos Assuntos da Segurança Pública e a Guarda Municipal.

São três modelos de sinalização vertical, com as orientações “Área sujeita a alagamento / Em caso de chuva, evite esta via”, “Evite estacionar e transitar neste local em caso de chuva forte” e “Amarelo Piscante. Alagamento à frente”.

Seis pontos receberam oito placas na última quarta-feira, 14 de dezembro, nas regiões da Avenida Princesa D’Oeste, Avenida Orosimbo Maia e Curtume. Gradativamente, outros pontos destas regiões receberão o reforço na sinalização, além da Avenida Heitor Penteado e regiões do Piçarrão e Taquaral. A estimativa é que os trabalhos de reforço na sinalização estejam finalizados até a próxima quinta-feira, 21 de dezembro.

“Esta é uma medida preventiva, que busca salvaguardar vidas no trânsito e educar os condutores para que evitem as regiões sinalizadas. E é complementar ao plano operacional praticado pela Prefeitura para evitar os alagamentos, que inclui a limpeza de córregos e obras de infraestrutura a longo prazo”, explica o prefeito Dário Saadi.

O presidente da Emdec, Vinicius Riverete, detalha que “os alertas estimulam que os condutores se preservem em caso de alagamentos e evitem situações em que veículos estacionados são carregados pela correnteza. O objetivo está alinhado ao da própria Emdec – prevenir acidentes e salvar vidas no trânsito”, disse.

Confira os locais que já receberam o reforço das placas de advertência:

Eixo da Avenida Princesa D’ Oeste

· Av. Princesa D’Oeste x Avenida Antônio Carlos Sales Jr. | Proença (três placas);

Eixo da Avenida Orosimbo Maia

· Avenida Brasil, próximo à Rua Álvaro Muller | Vila Itapura (uma placa);

· Avenida Orosimbo Maia x Avenida Brasil | Centro (uma placa);

· Avenida Anchieta x Avenida Orosimbo Maia | Centro (uma placa).

Região do Curtume

· Avenida Carlos de Campos x Curtume | Vila Industrial (uma placa);

· Balão do Curtume x Avenida Padre Joseph Bouchard | Vila Saturnia (uma placa).

Segunda etapa

O projeto envolve ainda a inserção de alertas em um Painel de Mensagem Variável (PMC) itinerante, que será alocado em pontos estratégicos, anteriores às áreas mais críticas para que os motoristas desviem da região. A ação será iniciada pela Avenida Princesa D’Oeste. Mensagens de advertência aos condutores também serão instaladas nos relógios digitais da Setec.

Além disso, uma nova câmera de monitoramento, ligada à Central Integrada de Monitoramento de Campinas (CIMCamp), foi implantada na Avenida Princesa D’oeste, na altura da Rua Ayrton Sena. O equipamento viabiliza a rápida mobilização das equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal e Emdec.

Outras duas câmeras instaladas em locais que apresentam alagamentos já são integradas à CIMCamp e monitoradas com mais intensidade em períodos de chuvas, na Avenida Orosimbo Maia, próximo à Avenida Brasil e à Rua Paula Bueno.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Brasileiros investem em Portugal em troca de visto europeu