Prefeitura de Campinas inicia remoção e poda de 181 árvores dentro da Lagoa do Taquaral

·

·

·

Tags:

A Secretaria de Serviços Públicos iniciou a remoção e a poda de 181 árvores dentro da Lagoa do Taquaral, nesta segunda-feira, 27 de fevereiro. Este trabalho já estava previsto conforme laudo, elaborado pela equipe técnica da Secretaria, a pedido do Ministério Público, e divulgado no dia 14 de fevereiro.

Este grupo de árvores, de espécies variadas, não faz parte do fragmento de eucaliptos. Embora não apresentem risco iminente de queda e a maioria seja de menor porte, a medida está sendo adotada para evitar qualquer perigo. A expectativa é que o serviço de corte/poda das árvores seja feito em cerca de 10 dias e, a partir daí, possa ser avaliada a reabertura parcial do parque, com interdição no trecho dos eucaliptos.

A Secretaria de Serviços Públicos finalizou os trabalhos de poda/corte de 55 eucaliptos, circunvizinhos ao que caiu, por orientação do Instituto Biológico, órgão do governo do Estado. Para definir o que será feito de todo o fragmento de eucaliptos, que é protegido por leis ambientais, haverá uma vistoria na Lagoa do Taquaral, nos próximos dias, do Instituto de Pesquisas Ambientais (IPA), também ligado ao governo do Estado.

Para as áreas dos eucaliptos e dessas outras árvores, a Secretaria de Serviços Públicos está estudando o plantio de espécies nativas, adequadas à região. O objetivo é que o local abrigue várias espécies de árvores que possam, além de proporcionar ar puro, sombra, abrigo da pequena fauna urbana, entre outros benefícios, forneçam sementes para que sejam cultivadas no Viveiro Municipal e para pesquisas.

Está mantida a medida de fechar os parques quando atingir 80 mm de chuva em 72 horas.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Brasil segue com alta taxa de endividamento e inadimplência