Prefeitura de Campinas lança campanha para alfabetizar jovens e adultos

·

·

·

Tags:

A busca ativa por aqueles que ainda não são alfabetizados, a conscientização e o engajamento da população na tentativa de reduzir, cada vez mais, o número de pessoas privadas da oportunidade de frequentar uma sala de aula no município de Campinas, foram as principais metas apresentadas na manhã deste quinta-feira, 1º de fevereiro, pelo prefeito Dário Saadi, no lançamento da 11ª edição da Campanha Fevereiro Violeta, uma iniciativa da Prefeitura de Municipal de Campinas, por meio da Fundação Municipal para a Educação Comunitária (Fumec), vinculada à Secretaria Municipal de Educação (SME).

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de dezembro de 2023, Campinas tem 14.746 pessoas em alfabetização, o que representa 1,67% da população acima de 16 anos. Durante a solenidade de lançamento da campanha, realizada no CEU Estação Cidadania Cultura – Thaís Fernanda Ribeiro, na Vila Esperança, o prefeito Dário Saadi destacou a importância da busca ativa e do convencimento para levar à escola aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de se alfabetizar. “Posteriormente, é possível estender a escolarização para os cursos de qualificação profissional. A Educação é o melhor caminho para a melhoria de vida”, completou o prefeito.

Também participaram do evento o secretário adjunto de Educação, Luiz Roberto Marighetti, representando o secretário José Tadeu Jorge, Leandro Carvalho de Oliveira, representando o diretor executivo da Fumec, Ary Pissinatto, o gerente de Educação de Jovens, Adultos e Idosos = EJA Anos Iniciais da Fumec, José Batista de Carvalho Filho, os vereadores Carlinhos Camelô e Rubens Gás, o diretor de Relações Institucionais da EPTV, Paulo Brasileiro, Padre Antonio Alves , da Paróquia São Marcos, além das diretoras Educacionais da Fumec Daniela Cristina de Menezes Cosso e Luciana Teston Sivalle.

Desafios e conquistas

O gerente de Educação de Jovens, Adultos e Idosos da Fumec, José Batista de Carvalho Filho, reforçou a característica de inclusão social da alfabetização e a necessidade de convencimento para que as pessoas busquem as escolas. Padre Antonio Alves reafirmou a importância de campanhas como o Fevereiro Violeta, mas lembrou a necessidade de que cada um faça a sua parte. “o poder público está cumprindo o seu papel, mas precisamos nos engajar”, afirmou.

O secretário adjunto de Educação, Luiz Roberto Marighetti, ratificou a alfabetização como um direito humano, comparando-a com saúde e habitação. “Alfabetizar é resgatar a dignidade humana.”

Os vereadores Carlinhos Camelô e Rubens Gás exaltaram o trabalho da Fumec na alfabetização de jovens, adultos e idosos e também na construção das 16 novas creches previstas para serem inauguradas em Campinas ainda este ano, além da valorização do ensino profissionalizante nos bairros com a construção de unidades do Ceprocamp. “A inserção no mercado de trabalho também é muito importante”, completou Rubens Gás. Paulo Brasileiro, da EPTV, reiterou o apoio à iniciativa. “Perseguimos o sonho de não haver ninguém que não saiba ler e escrever em Campinas”, sentenciou.

Hoje à tarde, a mobilização pela busca ativa em Campinas será na Regional Leste da Fumec, localizada no Jardim Myriam. Amanhã, será a vez das Regionais Sudoeste (manhã), no DIC IV, e Noroeste (tarde), no Jardim Santa Clara. À noite, o evento será realizado da Regional Sul, que fica na Vila Georgina.

Para o encerramento da Campanha, no dia 29 de fevereiro, está prevista uma palestra com o velejador Amyr Klink, no auditório do Ceprocamp Centro.

EJA Anos Iniciais

Desde 2013, a Fumec atendeu aproximadamente 40 mil alunos na modalidade EJA Anos Iniciais. A campanha pela Busca Ativa foi iniciada em 2014. Para 2024, a Fumec dispõe de 104 classes, com a possibilidade de ampliação conforme as demandas.

Os cursos oferecidos para Jovens, Adultos e Idoso, do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, são destinados a pessoas a partir de 15 anos, sem estudo ou com baixa escolaridade. O telefone para contato é (19) 3519-4300. O aluno recebe material didático, uniforme, alimentação e vale transporte (para aqueles que moram ou trabalham a mais de dois quilômetros da unidade escolar).

Aqueles que pretendem dar continuidade aos estudos podem procurar a Secretaria Municipal de Educação (SME), que oferece o Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano). O telefone de contato é (19) 2515-7255. As informações sobre os cursos de educação profissional do Ceprocamp podem ser obtidas pelo telefone (19) 3731-3650.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Usuários de drogas do entorno já vandalizaram Terminal BRT Campos Elíseos em Campinas