Rainha Elizabeth II é colocada sob supervisão médica e família é chamada com urgência

·

·

·

Tags:

A rainha Elizabeth II do Reino Unido foi colocada sob supervisão médica após sua equipe de saúde expressar preocupação com seu quadro, informou nesta quinta-feira (8) o Palácio de Buckingham.

Segundo um comunicado oficial, a monarca, de 96 anos, está confortável, mas médicos estão preocupados com seu estado de saúde. Membros da família real foram chamados para ir ao palácio de Balmoral, na Escócia, residência de férias onde Elizabeth II está desde 21 de julho passando o verão.

“Após uma avaliação nesta manhã, os médicos da rainha estão preocupados com a saúde da Sua Majestade e recomendaram que ela permaneça sob supervisão médica. A rainha permanece confortável e em Balmoral”, declarou o palácio de Buckingham em comunicado.

Todos os quatro filhos da rainha – o príncipe Charles, herdeiro do trono, Andrew, Anne e Edward -, além de William, seu neto, viajaram nesta quinta-feira para o palácio de Balmoral, na Escócia, onde a rainha está.

O príncipe Harry e sua mulher, Meghan Markle, que vivem nos Estados Unidos, viajarão para a Escócia para estar perto da rainha Elizabeth II, segundo informou um porta-voz do casal.

As duquesas Catherine, mulher de William, e Camila, casada com Charles, também foram ao castelo. Camila inclusive desmarcou um evento oficial que tinha em Londres nesta manhã.

A nova primeira-ministra do Reino Unido, Liz Truss, que foi nomeada ao cargo pela rainha na terça (6), já se pronunciou sobre o comunicado do palácio de Buckingham. “Todo o país está profundamente preocupado”, declarou. “Meus pensamentos estão com ela e sua família neste momento”.

O líder da oposição do país, Keir Starmer, também se pronunciou e disse torcer pela recuperação da monarca.

No poder há 70 anos, a rainha Elizabeth II vinha apresentando problemas de saúde e mobilidade desde o fim de 2021 e, por conta disso, desmarcando ou adaptando uma série de eventos oficiais.

O mais recente deles foi a cerimônia de nomeação da nova primeira-ministra britânica, Liz Trus, na terça-feira (6). Na ocasião, Elizabeth II transferiu, pela primeira vez na história, a cerimônia para o palácio de Balmoral, onde ela estava. Até então, todos os premiês anteriores haviam sido nomeados no palácio de Buckingham, em Londres.

Em maio, Elizabeth II foi substituída pelo príncipe Charles na abertura oficial dos trabalhos no Parlamento do Reino Unido. Também foi a primeira vez que um monarca não presidiu essa sessão.

A participação da rainha também foi reduzida nas festividades do Jubileu de Platina, série de eventos que celebrou os 70 anos de seu reinado, no início de junho. Além da agenda enxuta, ela ainda cancelou participação em uma missa durante o evento por se sentir indisposta.

Na quarta-feira (7), a monarca enviou uma mensagem para o Brasil pelos 200 anos da Independência.

As informações são do G1.