São Paulo tem mais de 100 mil cornos e Campinas está no top 5; entenda


À primeira vista, a cornitude pode ser uma situação ruim e inaceitável. Mas, a verdade parece ser que ou você é e não sabe ou sabe e está gostando.

Pelo menos, essa parte de estar gostando é o que acontece com mais de 300 mil homens que se declaram cuckolds e que estão cadastrados no Sexlog, o maior site de sexo e swing da América Latina.

Desse total, 103 mil estão no Estado de São Paulo. Além disso, 60 mil entraram na plataforma em 2023, ou seja, o fetiche do está em alta e movimentando o meio liberal, tanto que ganhou um dia próprio: 25 de abril.

O cuckold nada mais é do que um homem que tem tesão em ver ou saber que sua parceira, a hotwife, tem relações sexuais com outro. Nesse sentido, ele pode participar ativamente ou apenas assistir. Alguns, apenas gostam de ouvir as histórias que suas esposas contam ao chegar em casa. O tesão dos cuckolds é alimentado por ver suas mulheres tendo prazer com outros homens.

Uma boa parcela dos municípios brasileiros têm, pelo menos, um corno. Segundo o último levantamento do Sexlog, baseado nos cadastros que assinalaram esse fetiche como uma de suas preferências, eles são 334.230, espalhados por 2321 cidades.

O sudeste lidera como a região com mais cornos assumidos, eles são 171.129. O top #5 cidades com mais cuckolds por lá são São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Campinas e Uberlândia.

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré