Secretaria de Segurança de Campinas inicia a Operação Carnaval para garantir segurança de foliões


A Secretaria Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública de Campinas inicia a Operação Carnaval a partir desta sexta-feira, dia 17 de fevereiro. Focada em ações preventivas da Guarda Municipal para garantir a segurança do folião, haverá reforço de patrulhamento durante os desfiles de blocos e eventos carnavalescos que fazem parte do calendário oficial do Carnaval da cidade.

As ações incluem viaturas fixas, rondas nas imediações das apresentações dos blocos e guarnições próximo a terminais de ônibus. “O objetivo da Operação é proporcionar que o folião possa se divertir com segurança. É importante ressaltar que as pessoas que quiserem frequentar os blocos que procurem aqueles que estão credenciados pela Prefeitura, pois nestes as pessoas poderão contar com o reforço na segurança, banheiros químicos, vendedores ambulantes cadastrados pela Setec e o trânsito organizado pela Emdec”, aconselha o subcomandante da Guarda Municipal de Campinas, Edilson da Silva.

A Operação Carnaval vai até o início da manhã de quarta-feira, dia 22 de fevereiro, quando o último bloco encerra a programação carnavalesca. Todo o efetivo operacional da Guarda Municipal estará trabalhando nos cinco dias da festa, nos períodos diurno e noturno. O número total não será divulgado por questões estratégicas.

Para a segurança pessoal, a Guarda Municipal aconselha os foliões que não andem com objetos de valor, como jóias e que tenham cuidado com celulares. “O ideal é levar um aparelho que não chame a atenção e mantê-lo guardado em uma bolsa tipo doleira”, recomenda o subcomandante Edilson. Ele destaca ainda para as pessoas usarem roupas e calçados simples e confortáveis.

A corporação pode ser acionada por meio do telefone 153, disponível 24 horas por dia.

Decreto

Durante o Carnaval, está proibido o porte e a venda de bebidas alcoólicas e não alcoólicas em garrafas ou recipientes de vidro por vendedores ambulantes nos locais onde haverá desfiles de blocos. O objetivo é garantir a segurança dos foliões, evitando situações que possam colocar em risco a vida das pessoas.

A regra já está valendo e segue até o dia 22 de fevereiro. A determinação se deu pelo decreto número 22.665, publicado na sexta-feira passada, 10 de fevereiro, no Diário Oficial. Frequentadores dos blocos também não podem usar garrafas e copos de vidro, que deverão ser descartados em locais apontados pelos agentes de fiscalização.

A regulamentação define ainda os estabelecimentos comerciais em um raio de 500 metros de onde serão realizadas as apresentações carnavalescas também não podem vender para o consumo externo bebidas em embalagens de vidro a partir de três horas antes até três horas depois do desfile. A venda deste tipo de produto está permitida desde que seja para consumo dentro do estabelecimento.

O decreto veta também o uso de instrumentos musicais e equipamentos de som (por exemplo, caixas bluetooth) após o horário de encerramento da apresentação dos blocos. Quem desrespeitar este item, poderá ter os objetos apreendidos.

Pancadões

Durante todo o Carnaval, a Guarda Municipal realiza ainda ações preventivas contra os Pancadões. Viaturas serão posicionadas em pontos onde este tipo de evento costuma ser realizado, com o objetivo de inibir que carros com caixas de som em alto volume fiquem estacionadas nestes locais.

As equipes da corporação que vão atender esta situação estarão equipadas com decibelímetros para medir o som nos locais das ocorrências.

As informações são da Prefeitura de Campinas.
Leia também:
Anvisa aprova medicamento para tratamento para obesidade

Conteúdo relacionado

Busque

Linhas de Campinas

Linhas de Paulínia

Linhas de Hortolândia

Linhas de Sumaré