Precisa pegar ônibus? Consulte aqui!

Pesquise por prefixo

    Pesquise por ponto de interesse

      Veja 10 medidas que podem ajudar na prevenção de doenças respiratórias

      ·

      ·

      ·

      Tags:

      Esta época do ano registra maiores incidências de infecções respiratórias, sobretudo em crianças. Por conta disso, a prefeitura de Campinas, por meio da coordenadora técnica da Área da Criança e Adolescente, Andréa Maria Campedelli Lopes, fez uma lista com 10 medidas que podem auxiliar na proteção:

      Dez medidas para proteção

      1 – Não leve criança com sintomas respiratórios para a escola ou creche. Ela precisa de cuidado e repouso para se recuperar, e ainda pode transmitir a doença para colegas.

      2 – Evite que amigos ou parentes com sintomas respiratórios visitem ou brinquem com a criança

      3 – Caso os pais ou irmãos maiores estejam doentes, é recomendado uso de máscaras (vendidas em farmácias) e higienização das mãos para manusear os bebês ou crianças pequenas. Todas as pessoas que chegam da rua devem sempre lavar as mãos

      4 – Evite sair de casa com bebê ou crianças pequenas para lugares com aglomerações, incluindo salões de igreja, shoppings e festas. Nessa idade, as defesas do organismo ainda estão em desenvolvimento, portanto, há mais facilidade em contrair doenças

      5 – Mantenha a vacinação de toda a família em dia e, principalmente, leve as crianças de 6 meses a 5 anos aos centros de saúde para receber a dose que protege contra a gripe

      6 – O leite materno, oferecido de forma exclusiva até 6 meses, e com alimentos saudáveis até a faixa de 2 anos, é o alimento ideal por conter anticorpos da mãe. Com isso, aumenta a proteção contra as infecções de outono/inverno e outras doenças

      7 – Mantenha a casa, principalmente os quartos das crianças, arejados e limpos. É importante também lavar o nariz com soro fisiológico, principalmente se houver coriza ou obstrução nasal

      8 – Pessoas com sintomas respiratórios não devem compartilhar copos, talheres, toalhas de banho ou de rosto, almofadas ou travesseiros

      9 – Não fume e não permita que fumem dentro de casa, em nenhum cômodo, pois a fumaça dos cigarros irrita as vias respiratórias

      10 – Evite levar a criança aos prontos-socorros e UPAs com queixas simples, que podem ser resolvidas em uma consulta no centro de saúde. Estas estruturas são voltada para o atendimento dos casos com maior gravidade e há sempre um risco de contato com pessoas com doenças contagiosas mais graves nesses locais

      As vacinas contra gripe continuam sendo distribuídas em todos os postos de saúde da cidade. Paralelamente a isso, cresce o número de atendimentos de pacientes, em todas as faixas etárias, com problemas respiratórios.

      Da Redação ODC.
      Leia também:
      Estação Cultura recebe neste final de semana mais um Mercado Místico e Festival do Morango

      [adinserter block=”4″]


      [adinserter block=”5″]