Mesmo condenado, Dário Saadi nomeou Barreiro como secretário e agora é questionado

 Mesmo condenado, Dário Saadi nomeou Barreiro como secretário e agora é questionado

Dois secretários do governo Dário Saadi em Campinas, que já foram condenados pelo Tribunal de Contas do Estado por irregularidades, serão investigados pelo Ministério Público Estadual.

O problema é que eles não poderiam mais exercer cargos públicos justamente por conta dessas condenações. Os secretários são José Tadeu Jorge, da Educação, e Carlos José Barreiro, da Infraestrutura.

A nomeação de Barreiro por Dário foi uma das maiores aberrações que poderia ter acontecido nos últimos anos na administração pública campineira.


Depois de uma passagem completamente desastrosa pela Emdec, quase deixou Campinas sem transporte público por conta de sua incompetência para fazer um edital de licitação para o setor.

Além disso, as obras super atrasadas do BRT são de sua responsabilidade, mas mesmo assim foi mantido no setor público por algum motivo ainda desconhecido. Ele teve as contas reprovadas em 2015 quando ainda era presidente da Emdec.

Já José Tadeu Jorge teve as contas reprovadas quando foi reitor da Unicamp em 2008. A Prefeitura de Campinas disse que ainda não foi comunicada a respeito mas que prestará os esclarecimentos assim que for notificada.

Da Redação ODC.
Fonte: G1
Leia também: Caso do Baroneza: avó materna fica com criança de 3 anos; mãe segue presa

Outras notícias